Como vender geladinho: Seis formas para ganhar dinheiro!

Existem pelo menos seis formas de vender geladinho: Na praia ou no parque, em festas de rua, em eventos, para revendedores, para estabelecimentos e por conta própria em lugares movimentados. 

Abaixo eu vou te explicar como funciona cada uma dessas opções e te dar dicas que vão te ajudar a ter sucesso com o seu negócio.

Confira:

1 – Vender geladinho na praia ou no parque


Como vender geladinho

Esses são dois lugares onde o fluxo de pessoas cresce durante os finais de semanas e feriados. Escolha o local que mais tem movimento e vá até lá com os seus produtos, simpatia e a coragem de vencer mais um dia.

Para esses dois tipos de lugares você tem a opção de trabalhar com um carrinho, tipo aqueles de sorvete e picolé ou diretamente com o isopor do seu geladinho – eu até aconselho que você personalize ele para chamar a atenção.

Se for um dia de muito sol, se proteja, hein? Protetor, chapéu e óculos são fundamentais para você conseguir trabalhar de maneira saudável e confortável.

2 – Vender geladinho em festas de rua


Vender geladinho em festas de rua dá muito certo! Tem pessoas que se preparam com muita antecedência para conseguir dar conta desses períodos. Essa é uma chance que você tem de faturar até o dobro do que em dias normais.

A grande sacada em momentos assim é a inovação! A melhor delas, em minha opinião, é a venda de geladinho gourmet feito com bebidas alcoólicas. Ele tem grande saída e se transforma em um grande sucesso porque é gostoso e divertido.

Eu trouxe aqui no blog cinco receitas de como fazer geladinho gourmet alcoólico e vale a pena você conhecer e começar a treinar aí na sua casa. 

Você vai perceber o quanto eles podem ser lucrativos!

3 – Vender geladinhos para eventos


Alguns empreendedores resolveram focar na venda de geladinhos para eventos e tem ganhado bem com isso também. 

Primeiro porque esse é um produto que a maioria das pessoas gosta e segundo porque o preço acessível realmente chama a atenção.

No caso da venda de geladinhos para eventos você precisa investir um pouco mais na questão de apresentação. Por exemplo: Você pode montar uma barraquinha do seu geladinho, ter um carrinho personalizado ou até mesmo montar uma food bike.

É uma das formas que mais podem te dar espaço para expansão do negócio e aumento de faturamento, mas é como eu falei: Você vai precisar investir um pouco mais.

Uma dica para ter sucesso nessa área é entrar em contato com empresas de buffet da cidade e fechar uma parceria com eles. Mesmo dando uma comissão para eles você vai acabar saindo na vantagem por causa da demanda de eventos.

4 – Vender geladinho para revendedores


Outra boa forma de trabalhar com geladinho e que nem todo mundo pensa é distribuição para revendedores. Você não vê em alguns lugares pessoas vendendo picolé ou balas que pegam em uma central para distribuir? Será a mesma coisa!

Você irá fornecer seus produtos para pessoas que queiram ganhar dinheiro e não tem muito o que investir. Elas pagam um valor inicial para conseguir uma quantidade do produto e quanto mais venderem mais pegarão.

É uma inovação que pode dar muito certo, principalmente se o seu produto tiver qualidade e uma marca forte na sua região.

5 – Vender geladinho para estabelecimentos


Assim como vale a pena vender geladinho para revendedores autônomos, vale a pena investir também em parceria com estabelecimentos. Mercadinho, padarias, hamburguerias, docerias, lanchonete… Todas elas podem ser parceiros em potencial.

O que você precisa fazer primeiro é uma lista de todas que estão próximas de você e depois entrar em contato para marcar uma reunião. Apresente o seu produto bem e faça a oferta de negócio.

Se conseguir fechar com um, dois ou três estabelecimentos você já conseguiu começar bem demais. 

As coisas acontecem aos poucos mesmo, viu? Então tenha paciência porque essa forma de como vender geladinho tem muito potencial.

6 – Vender geladinho em lugares movimentados


vender geladinho

Outra boa opção para ganhar dinheiro com geladinho é procurar por áreas que tenham grande movimentação de pessoas e ir vender os seus produtos, seja com uma caixa térmica, com isopor, food bike ou carrinho.

Boas opções de lugares para trabalhar são:

  • Em frente a escolas e faculdades;
  • Em centros comerciais;
  • Em estações de trem/metrô/ônibus;
  • Parques e praias (como já mencionei mais acima);
  • Shoppings, hipermercados;
  • Rodoviárias e aeroportos.

Todos esses ambientes costumam ter fluxo de pessoas intenso durante todos os dias e você pode conseguir um espaço para se fixar, trabalhar e atender a essas pessoas.

curso de geladinho gourmet

Pense e defina qual melhor forma de começar a trabalhar


Algumas pessoas depois que conseguem uma estrutura maior no negócio acabam tentando vender um pouquinho de todas essas formas que te apresentei acima, mas eu acho que você deve começar focando em uma só!

Assim você vai ganhar experiência de trabalho, conseguirá entender melhor o seu público e vai avaliar, na prática, o que funciona melhor para você ou não.

Para tomar a melhor decisão nesse sentido é importante considerar algumas coisas que eu acho importantíssimas:

  • O que você se sente mais à vontade;
  • O que dá maior retorno por aí;
  • Onde existem as maiores oportunidades.

Tendo esses três fatores em mente, vai ficar muito mais fácil escolher como vender geladinho e ganhar dinheiro com isso por aí.

Dicas para ter sucesso com as vendas


Além de saber fazer um bom produto ou ter uma boa receita de geladinho gourmet, por exemplo, saber como vender é fundamental, mas não é o suficiente! Mais do que a forma que você vai trabalhar, é preciso entender como você precisa se portar, sabe?

Existem algumas considerações simples que eu acho importante fazer e que vão te mostrar como vender geladinho para realmente ter resultados.

Falarei de uma forma mais breve, mas logo logo eu crio um texto especial só dando dicas para isso, ok? Vamos lá!

  • Deixe a vergonha de lado: Ter uma oportunidade como essa é o sonho de muita gente, então não deixe a vergonha vencer você! Essa é a sua chance;
  • Trabalhe com um sorriso no rosto: A partir do momento que as pessoas são recebidas com um sorriso (sincero) é muito mais fácil que comprem na sua mão;
  • Invista em produtos de qualidade: De nada adianta ter o local perfeito e um bom atendimento se o seu produto for ruim;
  • Dê o melhor de si e não desista: Nem todos os dias serão fáceis ou bons, mas a gente precisa continuar insistindo nos resultados. Dê o seu melhor que as coisas acontecerão!

Vender geladinho realmente vale à pena?!


Eu posso te dizer com segurança que vender geladinho dá lucro! Eu conheço história de muita gente que tem conseguido ganhar muito bem só com esses produtos.

Aqui em Salvador mesmo tem um empreendedor que fatura R$900 por final de semana vendendo geladinho na praia lá da Barra. Pense aí! Se ele faturar R$900 por final de semana, no final do mês o valor é de R$3.600.

Você percebeu a grande diferença?! Ele fatura isso trabalhando somente nos finais de semana! Com certeza se ele trabalhasse durante a semana faturaria muito mais.

Vender geladinho dá dinheiro porque esse é um produto que todo mundo gosta e hoje ganhou versões ainda mais atrativas, como é o caso do geladinho gourmet, o geladinho cremoso, o alcoólico e muitos outros.

Se você conseguir se planejar direitinho e escolher a melhor forma de atuação para a sua situação atual, você com certeza vai acabar se surpreendendo em como vender geladinho dá resultados positivos.

Comece a trabalhar!


Agora é com você, hein? Já sabe como vender geladinho e conheceu dicas que tem o poder de fazer total diferença na sua vida. Esse é o momento de agarrar a oportunidade com todas as suas forças, não deixe ela passar.

Se você quiser isso de verdade e estiver disposto a trabalhar para ter resultados, você pode sim ir muito longe! Eu acredito em você!

31 comentários Adicione o seu
  1. Fabiana de Jesus Andrade disse:

    Gostei muito de todas as dicas, porem gostaria de saber se vc tem dicas pra vendas de Gelinhos em casa?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Fabiana, tudo bem?
      Você fala em que sentido? De você vender dentro de casa? É isso?
      Me dá um retorno que eu prometo fazer um artigo específico sobre isso para você.

    2. Fabiana te indico a fazer duas plaquinhas iguais escrito VENDE-SE GELADINHO R$… e uma foto de geladinho e colocar uma plaquinha em cada lado da frente da sua casa. Com isso as pessoas que passa na Rua, vai fica sabendo que você vende geladinho. Avisa também para sua família e amigos que você esta fazendo geladinho, assim eles serão seus primeiros clientes e aos poucos a propaganda boca a boca vai crescendo. Abraços.

  2. Aguilar Sales disse:

    Parabens pelo Artigo.

    Nós já fazemos e vendemos a praticamente 12 meses, e o negocio vai muito bem, praicamente não teve sazonalidade, minha região é centro oeste, Goias.

    Nosso faturamento médio/Mês, gira em torno de 7 a 8 mil reais bruto, com uma margem de 40 %, isso apenas nas horas vagas, pois trabalho de CLT e fazemos sempre após as 18h.

    Então é sim um bom negocio, e como qualquer outro, precisa de muita dedicação, trabalho e administração.

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Poxa Aguilar, muito obrigada por nos contar sua experiência. Com certeza isso vai ajudar muita gente a começar.
      Fico feliz que tenha dado certo para você!
      Obrigada mesmo, viu?
      Sucesso mais ainda pra vocês aí.
      Abraço!

    2. boa tarde!
      quais os lugares onde vc vende? ou tem um lugar fixo?

    3. Poxa deu um ânimo ouvir isso. Aguilar Sales, poderia falar quais pontos vc da dicas de venda? Minha maior duvida é onde começar pra não ficar só “secando gelo” e desanimar. queria fazer algo bem bacana e profissional. Obgda

  3. Ando pensando em entrar nesta área
    Mas sou bem insegura
    Preciso acreditar mais em mim
    Moro em um
    Complexo de vários condomínios onde acontecem feiras a semana toda e tem vários comércios que acredito teriam
    Boa aceitação para revender este produto

    1. Jéssica Trabuco disse:

      É normal a gente ficar insegura, Edna!
      Todo mundo se sente assim, pode acreditar.
      Só não deixe que isso a impeça de correr atrás do seu sonho, de ter a vida que sempre quis. Você pode tudo que quiser, tem capacidade, só precisa agir!
      Não deixe para amanhã, você consegue!!!

  4. Aline Garcia disse:

    Parabéns pela matéria, amei…
    Quero muito colocar em prática a venda de geladinhos, pois vou deixar meu emprego, para cuidar das minhas filhas em casa, e com uma renda dessas apenas finais de semana, é bem incentivador… Moro em uma cidade onde tem muitas praias, vou aproveitar isso. Obrigada. Quero fazer o curso também.

  5. Márcia Constantino disse:

    Gostaria de saber que valor posso vender meus geladinho?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Tudo depende primeiro do seu custo e também da concorrência.
      veja quanto custa a produção de um e quanto você precisa ter de lucro.

  6. qual a melhor sugestão de vendas? em casa? ou sair nas ruas oferecendo?
    compensa fazer entrega? qual o valor seria justo por entrega?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Dayane, todas essas opções são válidas, mas tudo depende de como é a sua situação.
      Por exemplo: Aí onde você mora tem muita gente que passa pela sua casa e que poderia ver a sua plaquinha de “vende-se geladinho”?
      Eu acho que se você escolher um local populoso para vender, como na frente de uma escola (por exemplo), suas chances de lucro seriam maiores.
      Em relação à entrega é algo bem inovador e que poderia dar certo sim, mas teria que ser para regiões bem próximas de você e com um pedido mínimo – para valer à pena.

  7. Yzaac Silvério Aragão Matos disse:

    Bom dia fabiana, tudo bem?

    Tem alguma regulamentação especifica para vender como ambulante em locais públicos?
    Ex: São Paulo os ambulantes precisam ter o TPU (Termo de Permissão de Uso), essa norma se aplica a ambulantes que comercializam geladinho?

    Att,

    Yzaac Matos

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Então Yzaac, depende de cada cidade. Cada município tem a sua legislação, analise como é aí na sua, procure pela Prefeitura que eles informam.

  8. Natália Candida disse:

    Qual a porcentagem de lucro ideal em cima de cada geladinho?
    estou lucrando 1.20 por gelado esta bom?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Isso varia muito de acordo com a região e com o valor de custo que você tem.
      Esse preço de lucro que você falou está ótimo 🙂

  9. Marcelle de oliveira disse:

    Como posso manter os geladinho gourmet no isopo? É nessecario usar gelo seco pra vender na praia ?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Marcelle, tudo bem?
      Algumas pessoas usam gelo normal, mas o seco acaba dando uma durabilidade maior.
      O negócio mesmo é testar.

  10. LUCIANA CRISTINA disse:

    Boa noite Jéssica!
    Eu gostei muito do seu artigo!
    Eu gostaria de saber qual é o melhor horário para vender chup-chup?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Luciana, eu que agradeço!
      No geral é melhor de dia, mas aqui onde moro, por exemplo, dá para comprar até de noite porque é muito quente.

  11. Boa tarde! Amei o artigo, parabéns!

    Quero começar imediatamente o meu negócio de geladinho, mas estou sem saber exatamente onde começar a vender, pois moro em uma cidade pequena, aqui não tem centros populosos nem parques e feiras, nem.praias e clubes… Estou receosa de vender só na porta de escolas e acabar tendo pouco ou nenhum retorno… Alguém pode me ajudar com dicas de como trabalhar em cidade pequena?

    Desde já agradeço!!!

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Aline, eu acho que na porta de escola já ajuda bastante, viu? Você também pode ficar na praça.

  12. Como é a venda na praia? Fica em um local fixo ou na areia? Estava pensando em comprar uma caixa térmica e ficar na calçada algum lugar de movimentação.
    Alguma dica?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Amanda!
      Tem gente que faz das duas formas, aí vai de acordo com o que você se sentir melhor.
      Acredito que ir andando pode te render mais dinheiro, mas tudo é teste.

  13. Como armazenar o geladinho para vender na rua sem que ele derreta? Colocá-lo apenas no isopor já resolve? Por quanto tempo mais o menos o produto vai manter congelado?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Flávia, tudo bem?
      Algumas pessoas acrescentam bolsas de gelo dentro do isopor, ou gelo mesmo, para manter o geladinho congelado.
      O tempo que vai manter depende muito da região que você trabalha e da quantidade de coisas que inserir no isopor, mas acredito que uma manhã ou uma tarde.

  14. ANA PAULA RODRIGUES disse:

    Quero revender para estabelecimentos, mas não sei como calcular um valor. Me ajudem, por favor.

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Ana Paula, tudo bem?
      Primeiro preciso te dizer que essa ideia de vender para estabelecimentos é muito boa!
      A verdade é que quando a gente vende para revendedores, o valor precisa ser menor do que se fosse para o consumidor final, para valer a pena para eles.
      Então o primeiro passo é saber quanto custa um geladinho.
      Compre os ingredientes e anote exatamente a quantidade que gastou na receita. É só colocar o valor proporcional.. Por exemplo, digamos que você comprou 1 litro de leite por R$3,00 e usou em um geladinho 200 ml… isso significa que você gastou 20% do total, R$0,60. Faça isso com todos os ingredientes para chegar ao valor total. Só que além dos ingredientes é preciso calcular o valor de energia, entrega e até sua mão de obra. Algumas pessoas fazem isso de uma forma mais rápida e prática. Pegam o valor gasto com os ingredientes na receita e multiplicam por 3.
      Lembrando que o valor para revendedores precisa ser menor… Nesse caso você vai ganhar em quantidade. Se o preço não der para eles venderem e terem lucro, não será interessante para eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *