Como fazer lanches para vender: 5 dicas para ganhar dinheiro!

Sabia que aprender como fazer lanches para vender também é uma excelente forma de ganhar dinheiro? Para começar esse negócio de cozinha você não precisa de um grande investimento e poderá ter um bom resultado no final do mês se seguir algumas das nossas dicas.

Tenho visto muita gente ganhar a vida fazendo e vendendo lanches por aí e eu tinha que falar disso também para vocês. Até porque eu penso que se alguém consegue, todos nós podemos, o que precisamos é de orientação e força de vontade.

A maioria das pessoas que trabalham com lanche ou tem uma barraquinha, um carrinho ou até mesmo um local fixo pata fazer e vender seus produtos e a gente vai te falar um pouquinho sobre cada uma delas.

A questão aqui é entender quais são os passos necessários para que você comece de fato a trabalhar com isso na sua cidade e bairro e tenha lucro. Alguns desistem no meio do caminho porque não procuraram as informações corretas e se desanimam na primeira dificuldade.

Nosso objetivo aqui hoje é justamente te mostrar quais são as formas que você pode vender lanches e ganhar dinheiro. Só não imagine que te daremos um manual para ganhar dinheiro sem esforço, porque isso não existe.

Com trabalho, estratégia, planejamento você vai ter bons resultados. Leia com atenção as nossas informações porque separamos todas elas para te dar uma visão mais conclusiva desse tipo de negócio.

Lembre-se que qualquer dúvida que tiver você pode deixar um comentário que nós iremos tentar te ajudar, tudo bem? Então vamos lá!

A escolha do local ideal

Vender lanches

Independente de como será a sua estrutura (fixa ou móvel) você precisa ter muita atenção na hora de escolher o local que vai trabalhar. A primeira coisa que você precisa analisar é com relação ao fluxo de pessoas que passam por ele.

Quanto mais pessoas passarem pelo local que você vai vender lanches, melhor para você. A probabilidade de conseguir mais vendas é enorme. Também analise qual grupo de pessoas que passa por lá.

Existem alguns lugares que são favoráveis para esse tipo de negócio como próximo a colégios, faculdades, em praças, ou em posições centrais no comércio da cidade. Você precisa estar à vista das pessoas – não se esqueça disso!

Recomendados para você

Escolha quais lanches irá vender

Quando as pessoas procuram saber como fazer lanches para vender, querem que o seu negócio faça de tudo, mas começar assim pode ser um grande erro. Você pode acabar não dando conta de fazer bem todos os lanches propostos e os seus clientes vão notar isso.

Meu conselho é que você escolha um segmento e que trabalhe pelo menos com lanches que podem ser feitos de forma similar, com um mesmo material. Por exemplo, dá para fazer hambúrguer, misto e cachorro-quente sem muita dificuldade em um mesmo local.

Por isso analise também a região que você vai trabalhar e procure por lanches que estão em fala. Aí você aprende a fazê-los muito bem e começa suas vendas.

Horário de funcionamento

Esse é um outro fator que é essencial sobre como fazer lanches para vender. Algumas pessoas por montarem seu próprio negócio acabam por não levar questão de horário com seriedade e vão abrindo e fechando na hora que bem entendem.

A primeira coisa que você precisa entender sobre isso é que é necessário estipular seus horários durante a semana e segui-los. Até porque o cliente precisa saber quanto pode comer seus lanches ou não.

A escolha do horário de funcionamento também é importante por um outro motivo. Se você prestar bem atenção, vai entender que existem determinados horários que o fluxo de pessoas é maior.

Por isso faça uma pesquisa na sua região, veja o horário de funcionamento de outros estabelecimentos, veja quais são os horários que tem mais pessoas na rua e não se esqueça de verificar a questão da segurança também.

Investimento

Isso vai depender exclusivamente do tipo de estrutura que você vai querer montar. Caso queira montar um local fixo, uma lanchonete, você vai precisar comprar mais equipamentos e utensílios e por isso vai gastar de R$5.000 a R$12.000.

No caso de montar uma estrutura menor, como uma barraquinha ou carrinho, você gasta algo em torno de R$3.000 e consegue começar a trabalhar sem dificuldades com tudo que é necessário para o seu negócio.

Acho que é válido lembrar que não é só investimento financeiro que você vai ter que fazer para começar a fazer lanches para vender. Vai precisar investir tempo e dedicação para que depois da estrutura montada você trabalhe para ter resultados verdadeiros.

Como fazer lanches para vender: Aprenda a produzir e vender

Vender lanches dá dinheiro

Querer trabalhar com lanches não significa que você sabe fazer a produção de lanches. Isso significa que o primeiro investimento que você precisa fazer para o seu negócio é o de obter todo o conhecimento necessário para a produção de lanches.

Para te ajudar, nós vamos te recomendar um curso que conhecemos que ensina a fazer vários tipos de lanches e até pizzas. Ele é bem rápido e prático e o melhor, com um preço bem em conta! É justamente para quem está começando e não tem muito dinheiro para investir.

O Curso online de Técnicas para fazer lanches e pizza foi feito por José Cabral e tem duração de 7 horas. Ele é todo feito pela internet e no final você ganha um certificado de conclusão. É uma ótima oportunidade para você aprender técnicas para fazer lanches que mais vendem nesse tipo de negócio.

Veja abaixo algumas das coisas que você vai aprender com o curso:

  • Receita de cachorro quente simples e cremoso;
  • Bauru de carne;
  • Hambúrguer;
  • Americano;
  • Misto-quente;
  • Pizza;
  • Churrasco com queijo;
  • Beirute.

Conheça o curso e comece a aprender tudo que você pode sobre a produção de lanches. Isso vai ser crucial para o seu negócio e o investimento é baixíssimo. Tenho certeza que você vai gostar.

32 comentários Adicione o seu
  1. Alisson fonseca disse:

    Gostei muito das dicas mais tenho o ponto para trabalha mais não tenho como investi

  2. Alisson fonseca disse:

    Gostei muitos das dicas de vcs no meu caso eu tenho ponto mais não tenho como investi

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Olha Alisson, comece pequeno.
      As vezes a gente imagina que precisa de muito dinheiro para começar um negócio, mas o importante mesmo é começar do jeito que der e ir lutando cada dia para sua melhora. Aos poucos você vai poder investir em equipamentos e outras coisas pra te ajudar a ganhar mais dinheiro.

  3. gostaria de começar a vender a partir de casa.só com disque,sera que isso funciona?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Camilo!
      Um disk lanches é uma ideia muito boa, acho que pode dar certo sim.
      Nessa situação, no entanto, você precisa fazer uma divulgação bacana na internet e com panfletos pela sua cidade.
      Uma boa ideia é fazer algum tipo de promoção para os novos clientes…

  4. boa tarde, vou começar vender em casa em um salao que tenho , e quero fazer entrega em casa.
    o meu foco seria entregar mesmo os lanches.
    gostaria de saber como , consigo identificar os lanches que podem ou nao dar certo na região, teria uma tecnica ou seria os lanches conhecidos mesmo , para vender.

  5. Maria de lourdes disse:

    Tenho o ponto,mais nao tenho como investir

    1. Jéssica Trabuco disse:

      O importante é começar Maria de Lourdes.
      Veja o que você tem a sua disposição e tente usar o que tem agora.
      Aos poucos você vai se estruturando e crescendo o negócio.

  6. Tenho um ponto vendo lanches simples como pastel de forno empada pastel frito coxinha pão pizza pizza brotinho só que o movimento a noite e um pouco parado vendo também refrigerante e pipocas salgadinho etc vejo que tem mais movimento de dia pela parte da manha e final de semana o dia todo queria que VC mim ajudasse pra ver o que eu posso fazer queria mais ideia pra atrair mais cliente

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Daniela!
      Se você já conseguiu identificar os horários de maior pico é um bom começo. O que você pode fazer é pensar em promoções para colocar justamente nos horários que tem pouco movimento. Você pode fazer a promoção com um combo de salgado + suco, ou dar desconto em alguma coisa. Aí você divulga para as pessoas por aí que vai ver o movimento começar a mudar.

      Pense nisso!

    2. Ola Daniela
      Crie promoções tipo combos
      Lanche e suco tal valor
      2 lanches e 1 suco tal valor
      Tudo para atrair clientes e tb monte uma lista de transição no seu whats mandando as novidades aos seus clientes vai ajudar bastante

      1. Jéssica Trabuco disse:

        Isso!
        Ótimas dicas Marco!
        Obrigada pela sua ajuda 🙂

  7. tenho em vista uma praça de um dos bairros mais movimentados de minha cidade , seria uma boa ideia ??

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Sim, é uma ótima ideia!
      Quanto mais gente, melhor

  8. Amanda Pacifico disse:

    Achei as dicas bem interessantes.
    Comecei a vender na faculdade pipoca, salgadinhos, jujubas, paçocas, sanduíche natural e bolos. O problema é que o pessoal realmente pede pra você ter isso, ter aquilo, no final esse mesmo pessoal mas compra o que solicitou. Realmente cai na besteira de ter de tudo, mas agora vou ficar nos sanduíches e bolos e procurar outros locais pra fornecer.

    1. Jéssica Trabuco disse:

      O ideal é você ter o que mais sai, o que mais vende.
      Focar nisso te dá mais retorno.
      É isso aí Amanda 😀

    2. ROSANGELA SANTINA disse:

      Preciso urgente fazer algo pra vender, estou desempregada só meu marido trabalhando meu filho começou agora menor aprendiz… as dívidas estão muito pesadas CRESCENDO A CADA DIA… gosto muito de fazer bolos, chocololates ,bolo salgados .. mas onde moro parece que tudo mundo resolveu vender bolo no pote,trufas ..tento divulgar no face ..fiz uma página mas as pessoas curtem e falam que querem ..mas tipo de graça sabe …ai que gostoso eu quero rsrs tenho muita vontade de começar mas muito medo de fazer abordagens e receber vários nãos e já desistir…gosto muito de produzir mas nunca fui uma boa vendedora….isso não me deixa sair do lugar….Nao tenho condições nenhuma de investir num ponto …TEREI QUE SAIR DE ÔNIBUS MESMO E BATER DE PORTA EM PORTA E ISSO ME DEIXA APAVORADA… TEM ALGUMA IDÉIA ?POIS CADA DIA QUE AMANHECE É UMA OPORTUNIDADE QUE PERCO… ME AJUDE POR FAVOR .. OBRIGADA.

      1. Jéssica Trabuco disse:

        Oi Rosangela, desculpe a demora pela resposta.
        Olha, eu entendo como se sente. Quando a gente fica com as contas apertadas é bem difícil, mas fique calma.
        Pense comigo: Quantas pessoas por aí trabalham de segunda à sábado, umas oito horas por dia e ganham um salário baixo? Quantas pessoas dariam tudo para trabalharem por conta própria, tendo liberdade e ganhando dinheiro?! É essa a oportunidade que você tem na sua mão.

        Ter vergonha é normal, só não deixe que ela impeça você de mudar a sua vida – porque é exatamente isso eu você vai conseguir fazer se investir no seu dom de cozinhar e vender para as pessoas.

        No início é difícil mesmo, mas não desista! Comece a fazer seus bolos, chocolates e poste no seu Face que está vendendo, coloque uma promoção, entregue para os seus clientes, avise aos seus contatos do Whatsapp, aos seus vizinhos. Depois que sair a primeira venda, as outras virão com mais facilidade.

        O importante é dar o primeiro passo, por mais difícil que ele possa ser. Depois de andar um pouco, fica mais fácil!

        Tenha força, você pode!!!

  9. Francielle Aparecida disse:

    Ola Jessica, quero começar um negocio próprio, adaptar no porta mala de um carro e vender na porta de escolas acha que da certo? tem alguma dica?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Francielle, tudo bem com você?
      A ideia de começar a vender lanches no carro é muito boa e dá certo. O bacana é que você pode se locomover, trabalhar em até dois locais diferentes por dia.
      A preocupação maior nessa situação é em relação a preservação dos alimentos, por isso é importante que você tenha recipientes térmicos para garantir isso. Sem falar que além dos lanches vale a pena você trabalhar com bebidas também: como sucos, refrigerantes.

      Procure também uma forma de chamar a atenção. Às vezes colocando uma banquinha e decorando com alguma coisa, às vezes com um banner… O negócio é atrair as pessoas.

      Outro ponto que eu acho fundamental é o atendimento. Dê um atendimento maravilhoso para sua clientela e eles com certeza voltarão.

      O mais importante Francielle, é começar! Dê o primeiro passo e persista no negócio, dando o seu melhor e cuidando de todos os detalhes. Assim eu tenho certeza que você terá bons resultados (:

  10. Elaine Alves Selifico disse:

    Olá, tudo bem?
    Voce acha bom montar em parceria com alguém? Vi um carrinho de dog a venda e estou pensando em comprar, porem nao tenho o ponto ainda ? tenho 2 amigas interessadas em uma parceria, sera qe da certo? Tenho medo de nao dar mto lucro ou haver uma desavença e acabar com o negócio. Por favor me de uma luz!! Obg

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Elaine.
      Parceria é algo que pode dar certo sim, claro, mas vocês precisam pensar em tudo antes de fechar esse negócio.
      Trabalho é coisa séria e nem todo mundo sabe separar as coisas.
      Então sentem, conversem sobre todas as possibilidades e já acertem de agora como as coisas funcionarão.

  11. BEATRIZ BRIDGET PEREIRA DE SOUZA disse:

    Oi não tenho muita experiência nesse assunto de lanches, mas trabalhei um tempo numa lanchonete. Tenho o ponto mas não tenho os recursos necessários. Quero investir pouco pois se não der certo não perderei tanto. Como devo fazer compras.compras pra semana ou como estou começando e não sei direito os horários de pico e também não sei quantos lanches venderam por dia. O que devo fazer? Pois não posso perder mercadorias.

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Beatriz
      Já que você não sabe ainda quanto vai vender, o ideal é comprar ingrediente de acordo com uma remessa.
      Faça uma quantidade menor do que imagina que dá para vender e teste a região.
      É só na prática que você vai conseguir compreender essas coisas, não tem jeito.
      No início vá fazendo o que falei, compre por remessa. Depois você vai pegar experiência e vai entendendo melhor o processo.

  12. renata bauduino delgado disse:

    Olá tenho um quintal muito grande , gostaria de monta um pequeno negócio de lanches o que faço . Tenho muitas idéias e força de vontade , mas tenho pouco dinheiro. Vc pode me dá um concelho.

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Renata, como vai você?
      Ter um espaço para começar é maravilhoso, já é mais do que meio caminho andado.
      Agora é hora de pensar no que você vai vender.
      Não é preciso muito dinheiro para começar. Você pode ir fazendo um produto ou dois somente e aos poucos ir expandindo.

  13. Bom dia
    Moro perto da praia ,e meu marido que aproveitar
    A oportunidade p vender açaí e sorvete . Mais o tempo anda ocilando muito e isso me deixa preocupada, já temos o carrinho de sorvete . Compramos o freezer, mais o tempo me preocupa , tenho medo de não ter feito um bom investimento, agora eu como esposa gostaria de aproveitar o freezer e vender algo tipo lanche , oq você me i fica?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Morar perto da praia já é uma grande vantagem, hein? Além do açaí e sorvete, você pode vender geladinhos também.
      Em relação a comida pode investir em salgados (que podem ser congelados para facilitar o trabalho), acho uma boa ideia.

  14. lucia helena disse:

    olá! eu sou lúcia helena, nossa ainda não recebi a minha resposta, vcs irão enviar para o meu e-mail, ou por aqui mesmo?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Lucia, tudo bem?
      Resposta do quê? Ainda não achei por aqui, assim que achar respondo.

  15. Diana de paula disse:

    Oi tudo bem ,então eu quero começa a fazer lanche na minha casa mas o lugar não e mto movimentado e gostaria de trabalhar com entregas mas não tenho moto como faço?

    1. Jéssica Trabuco disse:

      Oi Diana, tudo bem?
      Se o local não é muito movimentado aí você precisa investir pesado na divulgação. Pode fazer isso por meio do Whatsapp mesmo.
      Para a entrega, já que você não tem moto, pode fazer parceria com alguém que tenha. Cobra pela entrega e dá direto para o entregador.
      Ou então, caso prefira, você pode fazer as entregas de bicicleta mesmo aí na região próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *